Alopecia de tração: conheça essa doença que causa perda de cabelo

A alopecia de tração é uma forma de perda de cabelo resultante de tensão prolongada ou repetitiva do cabelo e que acomete o limite anterior e lateral do couro cabeludo.

Ela é mais frequente em crianças e mulheres negras, porém pode ocorrer em qualquer população.

Está relacionada a penteados com tração, principalmente em “rabo de cavalo” apertados, tranças ou penteados em coque (bailarinas). Outras formas de ação física, como alisamento com escova ou pente quente também predispõem à alopecia de tração

Continue lendo e saiba mais sobre essa doença.

O que causa a alopecia de tração?

O penteado é o agressor direto, porém a fragilidade natural dos cabelos crespos e a associação de alisamento químico aumentam a possibilidade de desenvolver a alopecia de tração.

A tração e o dano físico ao eixo do cabelo levam inicialmente a alterações no ciclo de crescimento do cabelo. No início, o trauma da tração provoca uma inflamação ao redor do folículo piloso.

Como resultado dessa inflamação, os folículos pilosos podem tornar-se miniaturizados (cabelos mais finos, semelhante ao pelo velo) e consequente redução da densidade capilar.

A manutenção do fator agressor de forma crônica provoca a destruição progressiva dos folículos terminais tracionados. Se for suspensa a tração, é possível a recuperação do cabelo, porém se a agressão for mantida, a alopecia se torna irreversível.

Manifestações clínicas da alopecia de tração

Inicialmente, surge foliculite de tração e que se manifesta pelo surgimento de pápulas (carocinho), pústulas (bolhinhas de pus) e vermelhidão ao redor dos pelos, ainda sem perda de cabelo ou com alopecia discreta.Essa inflamação denuncia inflamação inicial ao pelo.

Com a persistência da tração, ocorre perda perceptível do cabelo, com diminuição da sua densidade até a alopecia completa da região afetada do couro cabeludo

A localização mais comum da alopecia de tração é na parte frontal e lateral do couro cabeludo e que corresponde à tensão mais comum no cabelo.

Alopécia de tração lateral. Foto autorizada pelo Dr. Samuel Freire do Atlas Dermatológico.
Alopécia de tração frontal. Foto autorizada pelo Dr. Samuel Freire do Atlas Dermatológico.

Se a tração persistir, a alopecia será irreversível.

O sinal da franja é definido como pelos terminais (pelos longos) anterior à área de alopecia, a qual é constituída por pelos residuais finos ou miniaturizados.

No entanto, a queda de cabelo na parte de trás também pode ser vista em mulheres que costumam usar coque apertado.

A queda de cabelo também pode acontecer consequente à colocação de tranças de cabelo, como o mega hair.

Tratamento da alopecia de tração

A parte mais importante do tratamento da alopecia de tração é interromper precocemente a tensão dos cabelos, alertando os pacientes para evitar esse trauma que cause dor. Se necessário, deve ser feito com pouca frequência e por curtos períodos.

Para o tratamento, deve-se consultar um médico especializado que recomendará o melhor método baseado na quantidade de perda de cabelo e seriedade do caso.

Na fase inicial, é recomendado a aplicação de minoxidil a 5% em solução, uma ou duas vezes ao dia e que provoca alongamento no período de crescimento (anágeno) do folículo piloso e encurtamento na fase de repouso (telógeno).O veículo em espuma é comercializado em outros países. Também pode ser aplicado na concentração de 2%

Assim, induz a conversão de cabelos miniaturizados em terminais(longos). O tratamento deve ser continuado durante um ano para avaliar com segurança a sua eficácia.

A inflamação da fase precoce é combatida com aplicação de corticosteróides sobre a pele ou intralesional, além de antibióticos, por via oral, que tenham ação anti-inflamatória como a tetraciclina, a minociclina e a doxiciclina.

Os pacientes com perda de cabelo de longa duração são beneficiados com transplante de cabelo ou técnicas de camuflagem como a utilização de cosméticos que possam reduzir a visibilidade da perda, como tatuagem, loções ou sprays.

Se você está perdendo cabelo e desconfia  de ter alopecia de tração, marque sua consulta no ProntoPele para fazer uma avaliação e ser iniciado o tratamento indicado para você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *