O Ano Laranja: conscientização sobre o câncer de pele

É inaceitável que tantas pessoas sejam ainda mutiladas, especialmente na face, e morram em consequência do câncer de pele, considerando que esse é um tumor à vista de todos, ao contrário dos outros tipos que, quando se manifestam, já se encontram em estágio avançado, muitas vezes incuráveis.

O câncer de pele é o tumor maligno mais frequente e nós, dermatologistas, observamos um grande aumento do número de casos.

O maior exemplo da importância de educar a população para se proteger do câncer de pele é a Austrália, país com alto percentual de pessoas com pele branca, vivendo num país com alta intensidade de Sol.

Lá, houve um grande aumento da sobrevida de pessoas portadoras de melanoma, o câncer de pele mais agressivo, em consequência de intensa campanha educativa, principalmente, na televisão.

O que causa o câncer de pele?

O Sol é responsável por 90% dos cânceres de pele e as pessoas mais sensíveis a ele são as de pele branca, com sardas, olhos e cabelos claros e os que sofrem influência hereditária, ou seja, que têm outras pessoas na mesma família que tiveram essa doença

Independentemente da cor da nossa pele, devemos nos proteger do Sol durante todo o dia e evitar a exposição direta no horário de 10 horas da manhã às 4 horas da tarde, período com maior quantidade de raios solares cancerígenos, que são os ultravioletas B.

Também é recomendado aplicar o filtro solar 30 minutos antes de sair de casa e reaplicá-lo a cada 2 horas, independentemente de haver exposição direta ou não.

A aplicação do filtro solar deve ser iniciada a partir de 6 meses de vida, já que as pessoas que o aplicam regularmente nos primeiros 18 anos têm 78% menos chance de desenvolver câncer de pele na vida adulta.

Quando suspeitar de ser portador de câncer de pele?

Suspeite de ser portador de câncer de pele se surgir ferida na pele exposta ao Sol que não cicatrize, principalmente se tiver pele branca e for idoso.

O melanoma é o câncer de pele mais perigoso, responsável por 67% das mortes, porém se for tratado precocemente, é totalmente curável.

Um fator de suspeita do melanoma é o surgimento de um sinal que seja assimétrico, ou seja, que não possa ser dividido ao meio. Outros fatores que devem ser avaliados são:

  • Pintas com bordas irregulares, como se um pigmento derramasse ao redor do tumor
  • Sinais com cores diferentes
  • Diâmetro que ultrapasse o de uma caneta

Esses quatro fatores são conhecidos como a regra do A, B, C, D para auxiliar na memorização:

  • Assimetria
  • Bordas
  • Cor
  • Diâmetro


Nossa ONG, o Instituto ProntoPele, tem o compromisso de oferecer educação continuada, durante todo ano, pela consciência da grande desinformação do povo brasileiro em relação à prevenção e ao reconhecimento precoce do câncer de pele. Por isso, nosso compromisso é com o Ano Laranja, e não apenas o Dezembro Laranja por meio de ações educativas, semanalmente, como palestras.

Siga a ProntoPele no Instagram e no Facebook e fique por dentro das nossas ações!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *